Caso não consiga visualizar esta mensagem corretamente clique aqui.
BOLETIM DE LANÇAMENTOS MAIO 2009


A filosofia a partir do enredo de filmes cultuados no mundo inteiro. Confira o que a imprensa estrangeira disse sobre Cinefilô e a lista de filmes analisados por Ollivier Pourriol ao longo do livro.


"Hitler, digo, é a mais repugnante figura sobre a qual jamais caiu a luz da história!". Leia trechos de Ouvintes alemães!, com os discursos apaixonados do escritor Thomas Mann contra Hitler durante a Segunda Guerra Mundial.

As palavras de Fidel Castro sempre exerceram fascínio sobre as multidões. Leia entrevista com o filósofo Tariq Ali, responsável pela apresentação e comentários de As Declarações de Havana, com uma seleção de discursos de Fidel. Zygmunt Bauman responde aos leitores da Zahar. Confira o resultado da promoção Pergunte ao Bauman e leia a entrevista com um dos mais importantes pensadores vivos da humanidade!

Conheça o Google Book Search e leia (parcialmente) cerca de 300 títulos, das mais diversas áreas. Ao fazer uma busca em nosso site, selecione o tema de seu interesse e marque a opção "nos livros".

LANÇAMENTOS

DETALHES
Nas livrarias: 5/5/2009

Brochura
14 x 21
224pp
R$ 39,90

ISBN:
978-85-378-0136-9

Tradução:
Antonio Carlos dos Santos e Renato Zwick

NO SITE



Durante a Segunda Guerra Mundial, Thomas Mann dirigiu-se do exílio nos Estados Unidos a seus conterrâneos alemães, em breves discursos contra Hitler transmitidos pela rádio BBC. Mês após mês, o escritor comentou a dura realidade da guerra, procurou transmitir-lhes confiança, conclamou-os a reverter a situação e a se engajar na luta contra o nazismo. Ouvintes alemães! reúne os 58 discursos de Thomas Mann, entre 1940 e 1945, num documento único sobre sua época, que procura revelar a realidade dos campos de concentração e a política de extermínio nazista. Ainda hoje a voz de Thomas Mann vibra com força, num singular e tocante registro do conflito.

" O que nenhum ser humano com sentimento pode acreditar se não vir com os seus próprios olhos: ossos humanos, barris de cal, encanamentos de gás e crematorios. "

THOMAS MANN, (1875-1955) foi um dos grandes escritores alemães, autor de obras-primas como A montanha mágica e Morte em Veneza. Adversário ferrenho do nazismo, deixou a Alemanha em 1933, fixando-se mais tarde nos Estados Unidos, de onde proferiu os discursos reunidos nesse livro. Seus Ensaios sobre escritores serão publicados em breve pela Zahar.
LEIA TAMBÉM:


Literatura e política
Jornalismo em tempos de guerra
George Orwell
240pp, R$44


Jamais ceder
Os melhores discursos de Winston Churchill
Winston Churchill
360pp, ilust., R$56

DETALHES
Nas livrarias: 26/5/2009

Brochura
16x23
260pp
R$ 39,90

ISBN:
978-85-378-0139-0

Tradução:
André Telles

NO SITE



Acreditando piamente que a sala escura do cinema permite a rara fusão entre imaginação e racionalidade, o francês Ollivier Pourriol teve uma idéia inusitada: ensinar filosofia através de enredos de filmes cultuados no mundo inteiro. Que tal aprender com Brad Pitt, Tom Cruise, Bruce Willis e Christopher Lambert? O Clube da Luta, por exemplo, leva a um saboroso debate sobre a liberdade; Colateral é pretexto para salientar noções de método; O sexto sentido remete às fronteiras entre consciência e percepção. Assim, por meio de personagens da cultura pop, com seus dilemas contemporâneos, questões tradicionalmente consideradas “difíceis” chegam até o leitor leigo de forma compreensível, envolvente e sem banalizações.

O autor usa a obra de Descartes e Spinoza para analisar os filmes e consegue fazer com que, finalmente, a filosofia se torne um conhecimento ao alcance de todos.

OLLIVIER POURRIOL é professor de filosofia, romancista, ensaísta e autor de vários livros. Munido de um projetor e de seu vasto conhecimento sobre a história do pensamento ocidental, promove sessões seguidas de aulas, que são um sucesso de público, em um cinema de Paris.

LEIA TAMBÉM:

Café philo
As grandes indagações da filosofia
Le Nouvel Observateur (ed.)
144pp, R$29,90

Filosofia: novas respostas para antigas questões
Nicholas Fearn
216pp, R$42

Guia ilustrado Zahar de filosofia
Stephen Law
352pp, R$59, coleção Guia Ilustrado Zahar

DETALHES
Coleção Psicanálise Passo-a-Passo

Nas livrarias:
20/4/2009


Brochura
14x21
176pp
R$ 39,90

ISBN:
978-85-378-0103-1

Tradução:
Vera Riberio

NO SITE



Jacques Lacan (1901-1981) é a figura mais discutida da psicanálise contemporânea. Os seus Seminários, realizados em Paris de 1953 a 1980, são indispensáveis para o conhecimento de sua nova e revolucionaria leitura da obra de Freud.
LEIA OUTROS SEMINÁRIOS DE LACAN:

Livro 23: O sinthoma
252pp, R$54, ilustr

Livro 10: A angústia
368pp, R$86

Livro 5: As formações do inconsciente
536pp, R$99

Livro 4: A relação do objeto
460pp, R$94



Escritos revolucionários clássicos introduzidos por um escritor radical contemporâneo.

DETALHES
Coleção Série Revoluções
Nas livrarias:
19/5/2009


Brochura
15,6 x 21
144pp
R$ 29,90

ISBN:
978-85-378-0138-3

Tradução:
Maria Luiza Borges

NO SITE
Fidel Castro
Apresentado por Tariq Ali

Admiradores e críticos ferrenhos do regime cubano concordam pelo menos em um aspecto: a revolução liderada por Fidel Castro, vitoriosa em 1959, pôs fim à ditadura de Batista e de uma série de governos corruptos. Outro ponto de acordo entre partidários e detratores de Fidel é sua incomum habilidade oratória, o fascínio e a influência que suas palavras sempre exerceram sobre as multidões. O filósofo e sociólogo paquistanês Tariq Ali reúne discursos de Fidel que representam três marcos na trajetória política que o líder cubano traçou em seu país.


FIDEL CASTRO foi o grande líder da Revolução Cubana, capaz de desafiar a maior potência mundial: os Estados Unidos. Esteve à frente do poder em Cuba de 1976 até 2007, quando foi sucedido pelo irmão.

TARIQ ALI, pensador polêmico e radical, estudou filosofia e ciências sociais na Universidade de Oxford. Durante a Guerra do Vietnã manteve intenso debate público com personagens importantes, como Henry Kissinger. Tornou-se ferrenho crítico da política externa dos EUA e Israel.

DETALHES
Coleção Série Revoluções

Nas livrarias:
19/5/2009


Brochura
16x21
240pp
R$ 36,90

ISBN:
978-85-378-0137-6

Tradução:
José Gradel

NO SITE
Jesus Cristo
Apresentado por Terry Eagleton

" Jesus foi, a um só tempo, mais e menos revolucionário que Lênin e Trotski.” Terry Eagleton

Jesus Cristo pode ser considerado um revolucionário? Do ponto de vista da atuação civil, a resposta seria não. Mas quando se leva em conta a tradição moral e religiosa de sua época, seria um progressista. Não se opunha à dominação romana, mas contrariava a tradição moral judaica, ao denunciar as contradições das normas religiosas praticadas em sua época – e provavelmente por isso foi condenado e morto. O filósofo e crítico literário Terry Eagleton faz uma brilhante leitura dos quatro Evangelhos canônicos, avaliando seleções, omissões, ênfases e estruturas narrativas. O objetivo é mostrar como, mais que biografias de Jesus, estão em jogo, nos diferentes relatos escritos pelos evangelhistas,teologias distintas. Cristo aparece mais revolucionário ou menos, tudo depende de qual Evangelho está sendo lido.


MATEUS foi um dos 12 apóstolos de Cristo, assim como JOÃO, que participou da organização da primeira igreja na Palestina. MARCOS converteu-se ao cristianismo depois de ouvir são Pedro pregar em Jerusalém, tornando-se intérprete de suas palavras. LUCAS foi amigo e correligionário de são Paulo.

TERRY EAGLETOWN, filósofo e crítico literário inglês, integra o grupo de intelectuais britânicos conhecido como Escola dos Estudos Culturais. É autor de inúmeras obras sobre a cultura contemporânea e tem diversos livros publicados no Brasil, entre eles As ilusões do pós-modernismo, lançado pela Zahar.
LEIA NA SÉRIE REVOLUÇÕES

VIRTUDE E TERROR
Maximilien Robespierre
Apresentação de Slavoj Zizek
236pp, R$39,90


SOBRE A PRÁTICA E A CONTRADIÇÃO
Mao Tsé-Tung
Apresentação de Slavoj Zizek
236pp, R$39,90

AGUARDE OS PRÓXIMOS LANÇAMENTOS
TROTSKI Apresentação de Slavoj Zizek MARX Apresentação de Alain Badiou
Mais vendidos: Abril 2009
1. Cultura: um conceito antropológico
Roque de Barros Laraia
6. O culto do amador
Andrew Keen
2. A arte da vida
Zygmunt Bauman
7. Ética, jornalismo e nova mídia
Caio Túlio Costa
3. Meu corpo e suas imagens
J.-D. Nasio
8. Amor líquido
Zygmunt Bauman
4. Confiança e medo na cidade
Zygmunt Bauman
9. A revolução dos q-bits
Ivan S. Oliveira e Cássio Leite Vieira
5. Guerreiros de Hitler
Guido Knopp
10. Nixon e Kissinger
Robert Dallek
Zahar na Imprensa: Alguns destaques (clique para ler as matérias na íntegra)
05/04/2009 -O Estado de S. Paulo
04/04/2009 - O Globo
04/04/2009 - Folha de S.Paulo
18/04/2009 - O Globo
16/04/2009 - Valor Econômico online
19/04/2009 - Folha de S. Paulo
Eventos
04/05/2009 - Segunda-feira
Sinceramente grávida
Nove meses tentando conciliar família, trabalho, vida social, sexo, um barrigão e hormônios enlouquecidos

Julliana Lins

19h – Noite de autógrafos

Rio de Janeiro - Livraria da Tavessa
rua Visconde de Pirajá 572 - Ipanema - Rio de Janeiro/RJ
Tel.:21 3205-9002
07/05/2009 - Quinta-feira
Sinceramente grávida
Nove meses tentando conciliar família, trabalho, vida social, sexo, um barrigão e hormônios enlouquecidos

Julliana Lins

19h – Noite de autógrafos

Niterói - Livraria do Caminho
rua Almirante Teffé 681 - Centro - RJ<
Tel.:2721-0402
09/05/2009 - Sábado
O sujeito na psicanálise de Freud a Lacan
Da questão do sujeito ao sujeito em questão

Antonio Godino Cabas

8h30m - Conferência e Lançamento do livro

Londrina - Anfiteatro da Faculdade Pitágoras
rua Edwy Taques de Araújo, 1100 - Gleba Palhano - PR
Caso não queira mais receber nosso informativo,
simplesmente responda a esta mensagem indicando no assunto REMOVER
JORGE ZAHAR EDITOR    Tel.: (21)2108-0808 / Fax: (21)2108-0809    jze@zahar.com.br    ©2008