Livros  >>  Variedades









Compre na Cultura
Compre na Saraiva
Compre na Livraria da Travessa

Detalhes:
Brochura
14 x 21cm
360pp
ilustrado
R$ 46,90

Data de Lançamento:
18/6/2012

1ª edição

ISBN:
978-85-378-0829-0

Tradução:
Cid Knipel

Revisão técnica: Luiz Fernando Gerhardt


Outras áreas: Administração
Artes
Biografias
Ciência
Ciências Sociais
Cinema
Coleções
Coleções de Bolso
Comunicação
Dicionários
Economia
Educação
Filosofia
Gastronomia
Geografia
História
História em Quadrinhos
Infantil
Juvenil
Letras
Literatura
Música
Policial
Política
Psicanálise
Psicologia
Teatro
TV
VARIEDADES
Esse é meu tipo
Um livro sobre fontes
Entrevista exclusiva: Simon Garfield

Como foi a pesquisa para o livro e quanto tempo durou?
Acho que todo o projeto me tomou 18 meses, apesar de eu me interessar por fontes desde a juventude. Foi um prazer pesquisar, não apenas porque conheci alguns designers fascinantes e recebi um conhecimento bastante útil! A pesquisa foi muito gratificante, como trabalhar para fazer com que todo o assunto fosse acessível a leitores que, provavelmente, apenas sabiam o nome de algumas fontes.

Na sua opinião, há sempre uma mensagem por trás das escolhas que as pessoas fazem por fontes? A fonte fala sobre a personalidade de quem a escolhe?
Muitas pessoas ainda usam a fonte padrão, presente quando elas ligaram pela primeira vez o computador e nunca mudam, o que é uma vergonha. A escolha de uma fonte pode definitivamente dizer alguma coisa sobre a personalidade ou o humor – pode ser divertida, formal, simples, elaborada. O truque é encontrar uma que você ama para o uso diário e, depois, brincar com outras escolhas para ocasiões especiais. Mas é impossível dizer que, se a pessoa usa, Helvetica, ela necessariamente é cool, Swiss, conhecedora de design ou uma fã dos anos 1950. Pode ser apenas porque a pessoa gosta da forma clara das letras.

Da mesma forma, é possível dizer que um tipo pode mudar a forma como você vê determinada coisa ou empresa?
Eu acredito que os fatores mais importantes quando estamos nos referindo a um produto de uma marca ou a uma empresa é a individualidade e a associação. Um tipo de letra deve estabelecer suas credenciais. Em muitos casos, deve ser também de fácil leitura. Se você tem uma logomarca, você sabe que teve sucesso se você consegue reconhecê-la com apenas uma letra. Pense em Coca-Cola, por exemplo. E claro que tipo também se refere a passar um estado de espírito, um estilo e um link com coisas do passado – uma caligrafia específica para coisas pessoais, um tipo quebrado para alguma coisa selvagem ou autêntica. Para usar o exemplo da Helvetica de novo, a razão de muitas empresas continuarem selecionando esta (mesmo as novas) é pela associação que ela gera com a ideia de confiança e clareza.

Qual é o seu tipo?
Para textos (e-mails e documentos de trabalho) eu uso Georgia e Baskerville, enquanto que para coisas que quero chamar atenção (posters, livros) eu gosto do calor da Albertus.
PESQUISE NO CONTEÚDO DOS LIVROS
powered by Google
LINKS
> Visite o site do autor e saiba mais sobre ele.

> Leia resenha do livro no New York Times.

> No Washington Post, resenha de Esse é meu tipo.

> Qual o seu tipo? Veja em vídeo as fontes que mais agradam.

CONFIRA TAMBÉM!
> Simon Garfield é Georgia. Essa é a fonte que ele costuma usar quando escreve e-mails. Nessa entrevista exclusiva, ele fala sobre suas preferências e a escrita do livro.

ZAHAR    rua Marquês de São Vicente 99 – 1º andar, Gávea, Rio de Janeiro, RJ, Brasil   22451-041   Tel.: 21 2529-4750  sac@zahar.com.br  ©2007