Livros  >>  Literatura









Compre na Cultura
Compre o e-book
Compre na Saraiva
Compre no Submarino
Compre na Livraria da Travessa

Detalhes:
Brochura
16x23
232pp
Ilustrado
R$ 54,90

Data de Lançamento:
17/11/2009

ISBN:
978-85-378-0175-8

Tradução:
Pedro Maia


Outras áreas: Administração
Artes
Biografias
Ciência
Ciências Sociais
Cinema
Coleções
Coleções de Bolso
Comunicação
Dicionários
Economia
Educação
Filosofia
Gastronomia
Geografia
História
História em Quadrinhos
Infantil
Juvenil
Letras
LITERATURA
Música
Policial
Política
Psicanálise
Psicologia
Teatro
TV
Variedades
Shakespeare e a economia
> Opinião: Barbara Heliodora

“Os dois trabalhos que compõem este volume se complementam para oferecer ao leitor um quadro amplo da presença da economia na obra de William Shakespeare. Em 1930, Caroline Spurgeon publica sua memorável pesquisa sobre a imagística na obra do dramaturgo, mostrando como ele usa imagens do cotidiano para se comunicar com o público. Em seu pioneiro estudo interdisciplinar, Farnam faz um levantamento semelhante acerca dos momentos em que Shakespeare se refere à presença, na vida diária, dos valores e trocas que só mais tarde viriam a constituir uma nova ciência.

Conduzindo com grande acuidade sua pesquisa, Farnam elabora um precioso quadro, no qual os elementos constituintes são reconhecidos, nos capítulos finais, como parte integrante de conjuntos de pensamento hoje abarcados pelas atividades da então inexistente economia.

Ao entrelaçar uma visão pessoal da obra de William Shakespeare com uma leitura precisa do trabalho de Farnam, Gustavo Franco nos apresenta, em termos vivos e esclarecedores, o cenário de um capitalismo nascente no qual se enquadram, com exatidão, todas as informações colhidas no trabalho pioneiro. Escrevendo numa época em que a economia como tal se tornou a principal linguagem (ou preocupação) do mundo, Franco aplica ao período elisabetano métodos investigativos atuais – e cria o pano de fundo econômico das obras do dramaturgo.

Franco sabe e reconhece, claro, que Shakespeare jamais pensou em termos da economia tal como a encaramos hoje; porém, tendo observado como ninguém todos os aspectos da vida de seu tempo, se não a chamou pelo nome, retratou com exatidão sua presença em todos os seus mundos imaginários, por senti-la em seu próprio cotidiano. Com Franco e Farnam, essa aguda observação toma forma clara e fascinante.”

BARBARA HELIODORA
PESQUISE NO CONTEÚDO DOS LIVROS
powered by Google
LINKS
> Informações sobre Shakespeare e artigos sobre sua obra e época no Internet Shakespeare Editions, da University of Victoria, Canadá.

> Conheça a obra de Shakespeare.

> Saiba mais sobre Gustavo Franco. Visite seu site.

CONFIRA TAMBÉM!
> Por que ler esse livro? Leia a opinião de Barbara Heliodora, crítica especializada na obra de Shakespeare.

> Leia texto de Henry W. Farnam sobre a importância da economia na obra de Shakespeare.

> Leia entrevista com Gustavo Franco.

ZAHAR    rua Marquês de São Vicente 99 – 1º andar, Gávea, Rio de Janeiro, RJ, Brasil   22451-041   Tel.: 21 2529-4750  sac@zahar.com.br  ©2007