Livros  >>  Psicanálise

A paixão
SINOPSE

Quem nunca se apaixonou? E todo mundo que já vivenciou esse sentimento sabe o quanto ele parece incontrolável e desmedido. Na psicanálise não é diferente. Longe de tentar disciplinar o destempero da emoção, e sem tampouco resignar-se a ela, a clínica analítica joga o jogo da paixão até chegar a um outro destino. O psicanalista Marcus André Vieira percorre esse caminho, seguindo os passos de Freud e Lacan.

Lacan, por exemplo, aproximou a ética da paixão. “Foi o seu modo de nos fazer entender como uma análise se dirige a isso que não cabe”, explica Vieira em seu livro. Seguindo essa associação, a clínica afasta-se da sabedoria e da justa medida que regem a vida em sociedade para se entregar a um campo onde a violência e a paixão ditam as regras. É nesse terreno onde se esperar encontrar as singularidades de cada um. “Fazê-las caber na vida que se leva é a exigência que preside o dispositivo analítico”, explica o autor.

Esse é um livro que não busca chegar a nenhuma sabedoria ou receita para lidar com as paixões, mas inaugurar a possibilidade de uma responsabilidade nova, a de aceitar e compreender que a vida será sempre habitada por um excesso que surpreende, provoca riso ou escândalo.
PESQUISE NO CONTEÚDO DOS LIVROS
powered by Google
CONFIRA TAMBÉM!
> “A psicanálise não tem lições a dar nem propõe um modo de vida, mas apenas que cada um possa encontrar uma vida a seu modo”, afirma o autor nessa entrevista, onde trata da paixão e da análise psicanalítica.

ZAHAR    rua Marquês de São Vicente 99 – 1º andar, Gávea, Rio de Janeiro, RJ, Brasil   22451-041   Tel.: 21 2529-4750  sac@zahar.com.br  ©2007