Livros  >>  Literatura

Estudos sobre a literatura clássica americana
SINOPSE

“Há um sentimento ‘diferente’ nos velhos clássicos americanos. É a passagem da velha psique para uma coisa nova, um deslocamento. E deslocamentos doem.” A afirmação é do escritor inglês D.H. Lawrence, autor de obras polêmicas como O amante de Lady Chatterley e Mulheres apaixonadas, que foram julgadas imorais por apresentarem o sexo como algo natural. Para ele, autores como Edgar Allan Poe, Herman Melville, Nathaniel Hawthorne, Benjamin Franklin e Walt Whitman realizaram uma ruptura na história da literatura e inauguraram uma nova linguagem.

Lawrence defendia essa transformação, a desintegração da velha consciência e a criação de uma nova. Crítico da sociedade inglesa, nessa coletânea de ensaios publicada pela primeira vez em 1923, considerada um clássico da crítica literária, ele analisa a literatura americana para mostrar como tudo poderia ser mais leve, sem a constante preocupação em defender ideais, tão presente nos textos da época.
PESQUISE NO CONTEÚDO DOS LIVROS
powered by Google
CONFIRA TAMBÉM!
> Veja alguns dos autores tratados por Lawrence nessa edição.

> Professor de filosofia da UFRJ e diretor da coleção Estéticas, Roberto Machado analisa, nessa entrevista, a importância dos textos críticos de Lawrence e explica porque esse livro vai encantar aos deleuzeanos.

ZAHAR    rua Marquês de São Vicente 99 – 1º andar, Gávea, Rio de Janeiro, RJ, Brasil   22451-041   Tel.: 21 2529-4750  sac@zahar.com.br  ©2007