Livros  >>  Cinema

O Brasil Antenado
A sociedade da novela
SUMÁRIO
Introdução: De Corpo e Alma e o assassinato de Daniela Perez
Veredicto, transparência e opacidade
Novelas como pré-interação

1. A Especificidade da Indústria Televisiva Brasileira

2. Mecanismos de Interlocução Mediada: Criação e Pesquisa
Criação e produção
Construindo a "audiência": mulheres da classe "C"

3. Consumidores e Telespectadores: Interseção e Disjunção
Homens também assistem
Controvérsias em torno da escala de classificação social
Novelas e classe social: nivelando por cima
Instabilidade da audiência
Dissenso e consenso
Perfil: disjunção entre público-alvo e público atingido

4. Brasil, País do Futuro: Novelas dos Anos 1970 e 1980
Convenções formais: Irmãos Coragem e Selva de Pedra
Verde, amarelo e azul: Roque Santeiro e Vale Tudo Novelas como espaço de discussão da nação

5. Diversificação e Novela de Intervenção: Dos Anos 1990 em diante
"O Brasil que o Brasil desconhece": Aqui, agora no SBT e Pantanal na Manchete
Novela e política: a democratização
Novelas de intervenção: Explode Coração, O Rei do Gado, O Clone, Mulheres Apaixonadas etc.
O Rei do Gado, parlamentares, lideranças e empresários
Dramas privados e referências públicas: O Rei do Gado em casa

6. Novela, Política e Intimidade: A Construção da Realidade
Novela e mudança
Políticas da representação: novela, nação e gênero
Novelas como proto-interação

Notas
Referências bibliográficas
Créditos das ilustrações
PESQUISE NO CONTEÚDO DESTE LIVRO
powered by Google
ZAHAR    rua Marquês de São Vicente 99 – 1º andar, Gávea, Rio de Janeiro, RJ, Brasil   22451-041   Tel.: 21 2529-4750  sac@zahar.com.br  ©2007