Livros  >>  Psicanálise

A Droga do Toxicômano
Uma parceria cínica na era da ciência
SINOPSE

Por que a toxicomania é o grande paradigma das novas formas do mal-estar que povoam nosso planeta? Freud postulou o laço sintomático do toxicômano com a droga como uma suposta função preventiva contra o desconforto e o sofrimento inerentes à vida civilizada. Lacan, de maneira inédita, cunha o valor de remédio assumido pela droga na medida em que se confunde com a técnica cínica de lidar com o mal-estar do desejo. É a busca por uma fuga do impossível a suportar na civilização que move o toxicômano. A verdadeira especificidade desse sintoma da moda que é a toxicomania revela-se, portanto, na força da parceria que prende o sujeito a esse produto da ciência. Tal modo de satisfação autística e solitária pode dar a impressão de auto-suficiência, mas de fato demonstra a incapacidade do sujeito de desvincular-se dos ditames do mercado e da ciência quanto aos imperativos da felicidade.
PESQUISE NO CONTEÚDO DOS LIVROS
powered by Google
ZAHAR    rua Marquês de São Vicente 99 – 1º andar, Gávea, Rio de Janeiro, RJ, Brasil   22451-041   Tel.: 21 2529-4750  sac@zahar.com.br  ©2007