Livros  >>  Psicanálise

O Seminário, livro 05
As formações do inconsciente
SINOPSE

"1957-58 é o ano maravilhoso de Lacan, quando resolve fazer do Édipo freudiano uma metáfora, e do falo um significante – quando opõe na fala a demanda e o desejo, distinção bastante sofisticada e bastante simples ao mesmo tempo –, quando escreve seus grandes textos sobre a psicose, a significação do falo, a direção do tratamento, sem contar seu artigo sobre André Gide – quando constrói metodicamente as etapas de seu 'grafo do desejo', ponto culminante do volume de seus Escritos. Vemos aqui avermelhar-se a bigorna de onde saíram, em meio a uma nuvem de fagulhas, os conceitos mais bem forjados, os mais operatórios, do maior dos freudianos. O neófito encontrará aqui como se iniciar na psicanálise num ritmo galopante: um diabo de homem o coloca na garupa e o carrega em uma cavalgada desenfreada em que se alternam os risos e os grafos. No início, são sete lições sobre o chiste, curiosas e sagazes, e seu conjunto preserva um clima de alegria, de gaio saber, até o final, quando se dá o estudo do tratamento de uma paciente obsessiva. Os amigos estão presentes: Lacan relata uma conversa com Jakobson, outra com Lévi-Strauss, uma história de Queneau, a frase de uma moça bem educada; graceja delicadamente a respeito de Dolto, comenta a última brochura de Leiris, conta O balcão de Genet. (...) Apostemos: publicado quarenta anos depois da realização do seminário, este livro de um precursor será mais facilmente lido pelo público do novo século."
Jacques- Alain Miller
PESQUISE NO CONTEÚDO DOS LIVROS
powered by Google
ZAHAR    rua Marquês de São Vicente 99 – 1º andar, Gávea, Rio de Janeiro, RJ, Brasil   22451-041   Tel.: 21 2529-4750  sac@zahar.com.br  ©2007