Livros  >>  Psicanálise

A Alemanha de Schreber
Uma história secreta da modernidade
SINOPSE

Autor das imortais Memórias de um doente dos nervos – narrativa que envolve conspiração política e êxtase sexual – Daniel Paul Schreber é considerado o mais famoso caso da história da paranóia. Nesta análise de Eric Santner, o texto schreberiano torna-se uma espécie de "bíblia nervosa" das preocupações e obsessões do fim de século, um arquivo das próprias fantasias que, passados os traumas da guerra, da revolução e do fim do império, iriam ressurgir nos elementos centrais da ideologia nacional-socialista. Talvez a mais importante publicação em teoria psicanalítica desde "O anti-Édipo" de Guattari e Deleuze, o autor apóia-se aqui em textos de Freud, Foucault, Benjamin, Canetti e Kafka para lançar novas luzes sobre o caso Schreber: a lei, o saber, o poder, a autoridade, tudo é submetido a um exame criterioso, numa das contribuições mais originais já feitas à história e à teoria da sexualidade.

"A interpretação das Memórias de Schreber é surpreendentemente original e atual, quando se leva em conta os muitos autores que já escreveram sobre o assunto. (...) A Alemanha de Schreber é uma viagem erudita para mostrar que a mente deste paranóico ilustre é mais complexa e clarividente do que se imagina."
O Globo

"O 'caso Schreber' foi objeto de um magnífico estudo do crítico Eric Santner, da Universidade de Princeton, recolocando em questão o lugar do relato da insanidade como espelho de seu tempo, como escrita que ecoa as vozes da ficção (Kafka, Oskar Panizza) e estimula releituras literárias."
Cult

PESQUISE NO CONTEÚDO DOS LIVROS
powered by Google
ZAHAR    rua Marquês de São Vicente 99 – 1º andar, Gávea, Rio de Janeiro, RJ, Brasil   22451-041   Tel.: 21 2529-4750  sac@zahar.com.br  ©2007