Livros  >>  Psicanálise

O Estranho Gozo do Próximo
Ética e psicanálise
SINOPSE

"Amarás a teu próximo como a ti mesmo." Tomando como referência os comentários de Lacan no Seminário "A ética na psicanálise", Julien analisa a reticência de Freud diante deste mandamento, indicando que se trata de um recuo argumentado a partir da maldade do próximo. Seguindo a reversão sugerida por Lacan, o autor se pergunta se essa maldade, que Freud vê no próximo, não remeteria a algo no interior do próprio sujeito que, sendo-lhe extremamente íntimo, lhe é, contudo, estranho. Com isso, introduz o conceito de gozo – cunhado por Lacan para indicar o que está mais além do princípio do prazer – indagando se a hesitação de Freud diante do "amor ao próximo" não se deveria justamente ao fato de ele não ousar aproximar-se do que é mais próximo dele mesmo, que é seu próprio gozo.
PESQUISE NO CONTEÚDO DOS LIVROS
powered by Google
ZAHAR    rua Marquês de São Vicente 99 – 1º andar, Gávea, Rio de Janeiro, RJ, Brasil   22451-041   Tel.: 21 2529-4750  sac@zahar.com.br  ©2007